Conteúdos

“ Matérias exclusivas de diversas áreas e segmentos. Conteúdo com abordagem direta e original, tudo feito especialmente para agradar os leitores mais exigentes! ”

Olhos saudáveis

Evitar ficar horas em frente ao computador e consultas regulares com um oftalmologista garantem uma visão saudável.

Por Fernanda Ubaid

Os olhos são as janelas da alma, já diz o velho ditado. Muitas vezes a saúde da visão é negligenciada. Um oftalmologista só é procurado quando alguma coisa não vai bem, dificuldades para enxergar, conjuntivite ou irritação. E o primeiro passo para manter uma visão saudável deve ser consultar regularmente um médico especialista.

O incentivo existe desde que nascemos. Já na maternidade é feito o teste do olhinho nos recém-nascidos. Trata-se de uma triagem que pode identificar alterações como um tumor ou catarata congênita. Mas isso não dispensa um exame clínico, só um especialista é capaz de identificar e indicar o tratamento adequado, por exemplo, de estrabismo ou ambliopia, conhecida como olho preguiçoso.

olhos

CONSULTAS DE ROTINA
As primeiras consultas com um oftalmo devem ser feitas ainda na infância, antes da alfabetização. A avaliação médica pode diagnosticar precocemente problemas de refração como miopia, que é a dificuldade para enxergar de longe, ou hipermetropia, dificuldade para ver de perto. “É preciso fazer pelo menos uma consulta por ano, já que às vezes a criança não sabe relatar se tem alguma dificuldade, e isso pode estar relacionado inclusive a problemas de aprendizagem”, explica o oftalmologista Luiz Gustavo Biteli.
Essa rotina deve ser mantida ao longo da vida. Mesmo quem nunca relatou alguma dificuldade, pode começar a ter depois dos 40 anos. É a partir daí que surgem problemas gradativos relacionados ao avanço da idade como a presbiopia, chamada também de vista cansada, catarata, problemas na retina e glaucoma, principal causa de cegueira, mas que não apresenta sintomas.

RAIOS SOLARES
O uso de óculos de sol deve ser constante. Além de proteger os olhos do calor, as lentes escuras também protegem contra os raios UVA e UVB e previnem o avanço de algumas doenças. “Os raios solares podem causar uma alteração na retina chamada de degeneração macular, que pode resultar em hemorragia e ainda deixar uma cicatriz ou levar à perda da visão”, ressalta do Dr. Biteli. Por isso não é só a estética que importa na hora de escolher um óculos de sol, as lentes precisam ser seguras e de boa procedência

TELAS, SMARTPHONES E COMPUTADORES
Não existe nenhum estudo que comprove que a irradiação ou a luminosidade de smartphones, tablets ou computadores possam afetar a visão humana a longo prazo. Mas alguns sintomas podem aparecer devido ao uso prolongado destes aparelhos, como ardência, ressecamento e irritação. “Quando usamos este tipo de aparelho, piscamos de cinco a seis vezes menos, e isso causa sintomas irritativos secundários ao ressecamento”, explica o especialista. Corrigir isso é simples, uma pausa de cinco minutos a cada hora ou o uso de um colírio lubrificante podem evitar o incômodo.
Outro problema relatado por quem fica horas em frente a um computador é a sensação de peso, desconforto, embaçamento ao final do dia e até dores de cabeça, sintomas do chamado espasmo de acomodação. “Temos um músculo nos olhos que contrai quando enxergamos de perto e relaxa se o foco está mais distante. Depois de muito tempo contraído, não há o relaxamento o que pode gerar a miopia transitória”, esclarece o oftalmologista. Não é necessário o uso de lentes corretivas para o tratamento, pausas constantes e o uso de colírios já são suficientes.

DOENÇAS DE BASE E PREVENÇÃO

Pacientes que possuem doenças como hipertensão e diabetes devem fazer anualmente o mapeamento de retina, ou exame de fundo de olho. Estas doenças, quando não controladas, podem levar à hemorragia. “As vezes, este exame ajuda a diagnosticar doenças que o paciente nem
sabia que tinha”, ressalta o médico, explicando que se alguma alteração é encontrada, deve-se fazer o encaminhamento do paciente para um especialista.

Pessoas que possuem antecedentes familiares e fatores genéticos também devem fazer acompanha-mento constante, já que componentes hereditários podem apa-recer posteriormente. Lembre-se, prevenir é melhor que remediar.

Compartilhe: Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someonePin on Pinterest0
Comentários
Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!
Deixe seu comentário

Nome:
Email:
Mensagem: