Conteúdos

“ Matérias exclusivas de diversas áreas e segmentos. Conteúdo com abordagem direta e original, tudo feito especialmente para agradar os leitores mais exigentes! ”

Armário-cápsula e consumo consciente

noa-noir-lifestyle-wardrobe-curation-declutter-closet-minimal-hanger-system-3

A britânica Susie Faux criou o conceito de armário-capsula nos anos 70. Mas, afinal, o que é e como montar um?

Cansada de compras compulsivas e de lotar seu closet com roupas quase nunca usadas, Faux decidiu restringir sua coleção a poucos itens essenciais. Dentre suas escolhas, peças que não se tornariam obsoletas com a mudança das tendências de moda. O desafio? Não comprar nada novo durante um período de tempo determinado. O jeito é usar e abusar da criatividade nas combinações e maximizar o número de looks a partir dos itens de sua coleção limitada.

guarda-roupa-minimalista-02

Imagem

Quais os benefícios de aderir ao armário-capsula?

Você já parou para pensar nas milhões de toneladas de roupas que são desperdiçadas anualmente? É matéria-prima e muito trabalho que vai para o lixo, sendo que a maior parte das peças ainda está em perfeita condição de uso. Será que, realmente, precisamos de todas as peças que compramos?

Com o armário-capsula você pode aproveitar melhor as peças que já tem, além de economizar tempo na hora de se vestir e praticar o consumo consciente, economizando dinheiro e contribuindo para a sustentabilidade universal. Dessa forma, você terá apenas peças que ama muito no seu guarda-roupa.

armario minimalista

Imagem

Qual a quantidade de peças ideal?

A norte-americana Caroline Rector, do blog Unfancy, reúne 37 peças em seu armário compacto. O ideal, segundo a blogueira, é se manter entre 30 e 40 peças por estação.

Quando devo trocar minha coleção?

Sabendo das necessidades de cada época do ano, aconselha-se trocas periódicas de 3 em 3 meses. Lembrando que você pode reaproveitar peças da estação anterior, caso se encaixem no lifestyle daquela estação.

Como começar?

O primeiro passo é reunir uma lista de atividades que envolvem seu dia a dia e definir quais as peças de roupa ideais para cada uma delas. Vale incluir eventos especiais já agendados, feriados, viagens, passeio com amigos, trabalho e até o tempo que se passa em casa. Depois, é hora de pensar em produções que você ama usar, de acordo com as suas atividades básicas, humor, ocasiões especiais. Decidido? Faça o orçamento e sua (pequena) lista de compras.

Gostou da ideia? Inspire-se e adote.

Compartilhe: Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someonePin on Pinterest0
Comentários
Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!
Deixe seu comentário

Nome:
Email:
Mensagem: